zakopane.

Data da viagem: 29 de julho – 31 de julho de 2017

Mais conhecida como uma cidade para esportes de inverno, Zakopane também tem muito a oferecer no verão. A cidade é pequena, mas com muitos restaurantes e bares e um centro bem bonitinho. Para chegar só de ônibus desde Cracóvia ou trem, mas o trem demora três vezes mais. No centro você vai encontrar uma quantidade enorme de barraquinhas com uns rolos de queijo chamado Oscypek que é um queijo de ovelha curado que fica uma delícia com geléia. Este queijo com esse nome é original da região dos Tatras e desde 2007 tem Denominação de Origem Protegida.

Há uma infinidade de trilhas lá, mas as que fiz (e que são as principais) foram para o Morskie Oko e Giewont. Morskie Oko é um lago maravilhoso um pouco fora de Zakopane. Para chegar lá é preciso pegar um van no centro até a entrada do parque nacional. A van passa bem freuentemente, leva uns 40 minutos e custa 10 zloty. Para entrar no parque custa 7 zloty ou 5 para estudantes com carteirinha. Da entrada a trilha leva umas três horas numa estrada sem carros, mas pavimentada. Como o caminho é bem fácil e o lado é lindo, espere bastante gente com você. Todo o caminho conta com banheiros químicos e é tudo bem arrumadinho. Há também uma opção de trapacear e subir dois terços a cavalo. Lá em cima, a surpresa: é proibido entrar no lago. Sinto que na Polônia é sempre proibido entrar nos lagos… Para voltar para Zakopane é só voltar pelo mesmo caminho e pegar a van do estacionamento na entrada do parque.

Giewont é a montanha mais alta da região e têm três picos, o mais alto sendo o Great Giewont. A trilha começa a mais ou menos uma hora de caminhada desde Zakopane. A entrada do parque (sempre custa a mesma coisa para entrar) que leva a Giewont fica em Kuznice. Lá serão duas entradas: uma a esquerda e outra a direita de quem está chegando. Siga para a da direita. A trilha começa fácil, mas logo o caminho vai ficando difícil e todo marcado por pedras irregulares. O ideal mesmo é levar aqueles walking sticks que nesta trilha farão uma diferença danada. Da entrada do parque até a cruz em Great Giewont são umas quatro horas de subida. Do topo, rodeado pelos Tatras, dá para ver Zakopane a distância. Essa trilha vale muito a pena mesmo. 

Cansado das trilhas? Bem no meio de Zakopane há também um parque aquático com piscinas de hidromassagem, sauna e toboáguas. Vale a pena, viu?

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s