santorini.

Data da viagem: 25 de maio – 02 de junho de 2017

O cartão postal de Santorini com aquelas casas brancas na montanha que dá direto para o mar e os burrinhos subindo você só encontra em duas vilas: Fira e Oia. Fira é a capital da ilha. Lá está a maior parte do comércio normal e também a maior população de Santorini. Já Oia é bem feito pra turista ver e está dividida entre comércio para turistas e lojas de souvenir e hotéis. O pôr-do-sol lá é bem famoso e bem bonito, mas ficar lá acho que é uma opção para quem planeja ficar ancorado lá, sem explorar muito o resto de Santorini.

Eu preferi ficar na costa leste da ilha onde há praias e é bem menos desenvolvido que o norte, em Perissa. A areia é bem preta e há algumas trilhas por uma montanha chamada Messavouno que separa Perissa de Kamari. Um ponto turístico menos conhecido fica bem no topo dessa montanha, são as ruínas da Antiga Thira, uma cidade na antiga Grécia e, mais tarde, tomada pelos Romanos. Talvez a base ideal em Santorini seja Kamari. Kamari é bem desenvolvida, fica na praia e bem próxima ao aeroporto.

Todos os hotéis da ilha oferecem os mesmos passeios. O mais procurado é um passeio de barco que visita as outras ilhas da cratera e para em Oia para explorar e ver o pôr-do-sol. Esse passeio sai normalmente por 35 euros, mas é possível conseguir descontos fazendo a reserva em agências de viagem. Para rodar pela ilha vale a pena alugar um carro especialmente para ir na Red Beach e Akrotiri (outra ruína de uma antiga cidade grega). Mais uma vez vale mais a pena fechar com agências que com o hotel. Por um dia inteiro com o carro mais simples o preço varia de 20 a 45 euros dependendo da onde você escolher fazer a reserva.

Red Beach é sem dúvida o lugar mais lindo da ilha. Vale muito a pena mesmo. Lembre-se que é um pouco isolado e compre comida antes de descer a trilha para a praia.

Outra atividade imperdível é ir a Santo Wines. Mesmo que você não faça o tour, sente no restaurante e peça uma degustação de vinhos. Se estiver com amigos, peça a mais completa e divida as taças: vale a pena. Uma dica é ir perto da hora do pôr-do-sol. Lá é muito mais vazio, mas tão lindo quanto em Oia.

O mergulho lá não tem muita vida marinha, mas as formações vulcânicas são muito interessantes. Você pode mergulhar descendo na cratera o que é bem legal, mas não espere muito dos naufrágios. Em Perissa há duas companhias de mergulho. Eu sempre escolho e recomendo centros PADI, então foi este centro que fui e acho que vale a pena.

Anúncios

Uma resposta para “santorini.

  1. Fiquei com vontade de retornar,quando fui só fiquei na parte turistica

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s