cidade do méxico.

Data da viagem: 27 de agosto – 02 de setembro de 2013

A Cidade do México é simplesmente um paraíso cultural. Conhecida pelos mexicanos como DF (de Distrito Federal), a capital possui uma infinidade de museus de primeira linha, memoriais e sítios arqueológicos, sem contar a programação musical, de dança e outras. 

templo do sol

Para chegar no centro desde o aeroporto a melhor opção é com o metrô. A estação Terminal Aereo conecta o Terminal 1 do aeroporto a linha amarela do metrô por apenas 3 pesos, que é o preço normal dos transportes públicos da cidade. Saindo do Terminal 2, de onde a maior parte dos vôos internacionais chegam e saem, há o Metrobus que leva ao Centro e ao Zocalo por uma faixa exclusiva e assim contornando o tráfico por 30 pesos. Do Terminal 1 ao 2 é possível ir caminhando, mas vá com tempo porque o aeroporto é imenso. A rodoviária principal, Terminal Norte, também é alcançável pelo metrô e é de lá que saem os ônibus que vão a Teotihuacan (passagem 40 pesos para a parada Pirámides) sítio arqueológico de proporções monumentais a 40 minutos da Cidade do México. Essa foi a primeira cidade da Mesoamérica e é totalmente imperdível. Sábados e domingos são oferecidos passeios gratuitos em espanhol que saem da entrada depois das lojas e dos banheiros. Um tour para lá com transporte e entrada inclusos sai por 450 pesos e não vale mesmo a pena já que indo sozinho dá para conseguir informação de alta qualidade e muito mais flexibilidade (os ônibus saem a cada 15 minutos) por bem menos que a metade do preço.

Uma das coisas mais importantes a respeito das entradas para qualquer coisa no México é que na maior parte das vezes estudantes não pagam ou na pior das hipóteses pagam bem menos. Teoricamente isso só é válido para quem estuda no país, mas na prática vai depender o humor de quem está no caixa. Eu consegui entrar em quase todas as atrações pagas que visitei ou de graça ou com desconto. Teotihuacan é uma delas. Caso você não consiga gratuitamente, o valor para entrar é 57 pesos. Portanto tudo que eu listar aqui como estudante não é um benefício que necessariamente será conseguido.

As áreas mais legais para se ficar na cidade são as Colónias (bairros) de Roma e Condesa. Uma fica do lado da outra e é aí que estão todos os bares, clubes noturnos e restaurantes da moda. Vale a pena buscar acomodação nessas áreas. Apesar do Zocalo e Centro concentrarem a maior parte das atrações, não são áreas tão legais para se ficar quanto são para se visitar e em 20 minutos dá para chegar de um ao outro com o metrô. Você pode encontrar a melhor opção de acomodação aqui pelo trivago.

xochimilco

Mundialmente conhecido é o Museo Nacional de Antropología (57 pesos ou grátis para estudantes). Reserve pelo menos quatro horas para explorar suas salas e jardins. É simplesmente incrível e põe no chinelo qualquer museu de antropologia ou etnografia que eu já tenha visto e é totalmente focado no México pré-colombiano e atual. O museu fica ao lado do Parque Chapultepec aonde estão outros museus que valem muito a pena: o Museo de Arte Moderno (25 pesos ou grátis para estudantes), o Museo Nacional de Historia (57 pesos ou grátis para estudantes) e o Museo del Caracol (57 pesos ou grátis para estudantes). O Museo de Arte Moderno tem uma arquitetura sensacional e é dividido em diversas salas com divergentes exposições além de esculturas fixas ao ar livre no jardim central. Todos os dias eles oferecem visitas guiadas gratuitas em espanhol ao meio-dia. O Museo Nacional de Historia é bem legal para conhecer porque fica no Castillo (castelo) de Chapultepec o de vários eventos históricos significativos do país ocorreram. Com salas e artefatos originais dá para imaginar tudo o que o lugar passou. Além disso a vista lá de cima é incrível. O Museo del Caracol leva esse nome por causa do seu moderno design em espiral. Ele fica na rampa de acesso ao Museo Nacional e também conta a história do México de uma maneira mais completa e menos confusa do que o Castelo. Vale a pena para quem quer entender as dinâmicas históricas do país.

No Zocalo imperdível mesmo é o Templo Mayor. Ali bem do lado da Catedral (e uma parte inacessível por debaixo dela) descobriram um complexo de

templos pré-colombianos. A entrada também é 57 pesos ou grátis para estudantes e inclui visitar o sítio arqueológico como também o maravilhoso museu em anexo que exibe diversas peças encontradas nas escavações e ensina muito sobre a vida das pessoas que ali viviam e a história do templo.

Como disse antes, a cidade é incrível no quesito cultura e especialmente museus. Há muitos outros que valem a pena como o de Memoria y Tolerancia mas os que cito aqui são os mais imperdíveis. Caso esteja na cidade na última semana do mês, procure os eventos da Noche de los Museos que acontece sempre na última quarta. 

lucha libre

O último museu imperdível da cidade é o da Frida Kahlo (80 pesos ou 35 para estudantes). Fica na casa que ela viveu com seu marido. É sensacional. Aí se aprende muito sobre a sua vida e obra e é possível ver os cômodos da sua casa como eram originalmente. Virei fã da artista depois dessa visita. O museu fica bem ao Sul da cidade, um pouco longe de tudo e por isso pode valer a pena combinar essa visita a Xochimilco  que é patrimonio da UNESCO. Essa cidadezinha é alcançada com o Tren Ligero, um trem (3 pesos) que conecta DF às suas zonas conubardas. A grande atração ali é fazer um passeio de traquinera, um barquinholindo todo colorido que nos leva através de canais que tocam as ilhas criadas pelos antigos astecas para cultivo de alimentos. Existem tours por 500 pesos que incluem transporte, museu da Frida Kahlo e o passeio. Estando sozinho vale muito a pena, mas se estiver com um grupo pode ser preferível fazer tudo ao próprio passo de forma independente. O valor para aluguel do barquinho é de 400 pesos por hora mas muitos malandros vão tentar vender por muito mais e enrolar o turista.

Outra grande atração mexicana é a lucha libre. Esporte meio ensaiado onde dois trios de mascarados disputam, a lucha libre é imperdível. Às terças e sextas na Arena México dá para ir assistir com ingressos começando em 75 pesos e à venda lá ou no Ticketmaster. Existem tours por 300 pesos, mas não valem a pena a não ser que você esteja em busca de fazer amizades.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

w

Conectando a %s