inhotim.

Data da viagem: 14 de novembro de 2010

O Instituto Inhotim em Brumadinho, a uma hora de Belo Horizonte de carro, abriga 17 galerias (e há uma atualmente em construção) e diversas obras arstísticas ao ar livre em meio a um jardim botânico que recebeu em seu projeto a colaboração de Burle Marx. Todas as galerias estão integradas com a paisagem do jardim botânico e apresentam obras de arte contemporânea. É também possível chegar lá nos fins de semana e feriados com um ônibus do próprio Instituto que sai às 9h da rodoviária de Belo Horizonte e custa R$12,90 o trecho.

O parque abre às 9:30 e vale a pena chegar o mais cedo possível porque mesmo com o dia todo em Inhotim, ainda fica apertado para ver todas as obras. A entrada custa R$16,00, mas é possível pagar uma taxa de R$10,00 para ter direito a um transfer (carrinho de golf) pelo parque. Pessoalmente, não achoq ue valha a pena, porque a caminhada na paisagem oferecida pelo Inhotim é muito agradável e o transfer não chega a todas as galerias, então mesmo que você pague para não andar, acabará andando de qualquer forma.

Destaque para a galeria Sonic Pavilion do Doug Aitken. Lá dentro é possível escutar o som do interior da terra captado por microfones em uma perfuração no solo de 200m de profundidade e amplificado para a galeria. E não dá para não comentar sobre a Galeria True Rouge que abriga a obra de mesmo nome do Tunga. É indescritível! Das obras expostas ao ar livre, uma escultura muito interessante e que propõe integração com o público, é a Viewing Machine do Olafur Eliasson que nada mais é que um caleidoscópio gigante que o visitante pode apontar e observar na direção que quiser. A piscina com a obra de Yayoi Kusama também é maravilhosa.

Inhotim é fascinante e tem obras de artistas brasileiros e internacionais renomados. A sensação que dá é que muitos tiveram carta branca para desenvolver projetos ali que não poderiam desenvolver em outros lugares. Acima de qualquer coisa, uma ida a Inhotim é um passeio relaxante e agradável para toda a família. A visita com o objetivo principal de conhecer o Jardim Botânico é tão válida quanto a visita pela arte.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

w

Conectando a %s