buenos aires.

Data da viagem: 18 de janeiro – 31 de janeiro de 2009

Buenos Aires já não é a mesma. Está um horror de cara. Eu gosto de medir o quão cara uma cidade está pelo preço da cerveja. Bem, a Quilmes grandona, aquela garrafa de boteco, está em média nos mercados saindo por 4 pesos e nos bares (qualquer bar) por 10 pesos. 1 real compra agora 1,48 pesos argentinos, mesmo assim um horror! Comida é o mais caro devido a greve do sul no ano passado que fechou a circulação de alimentos produzidos lá para o norte. Com essa greve tudo aumentou e na época os pequenos produtores não conseguiram se manter, então hoje, mesmo com a situação regularizada, só restaram os grandes que não têm mais concorrência e por isso nunca mais abaixaram os preços.

Ao lado da “Reserva Biológica” com vários podrões e música cumbia tocando. Gosto de chamar esta parte de Puerto Madero dos Pobres. Uma comida bem gordurosa, mas necessária para o turista é o churipán. É basicamente pão com lingüiça, mas não é qualquer lingüiça ali: é uma lingüiça MUITO gordurosa. Gostoso, mas feche os olhos. Qualquer podrão do Puerto Madero dos Pobres tem. Descendo a Chile toda a vida você chega lá.

Buenos é a cidade com mais teatros do mundo. Clandestinos e não clandestinos. Mas nem sempre são usados para peças, muitas vezes eles se transformam em palcos para eventos, livrarias e etc. Eu fui no Teatro Flores e recomendo. Muitíssimo bom para quem curte música independente. Ah, é bom lembrar que tudo começa tarde em Buenos.

Falando em livrarias, a dica básica de visitar o El Ateneo TEM que rolar, né? Mas não vá no da Calle Florida… Curta o Ateneo da Santa Fé que está instalado num antigo teatro. Muito lindo. A livraria Deshoras na Cordoba #1541 dá desconto em tudo, mas é feia. Visite o Ateneo e compre na dos descontos. Outra dica básicona é não fazer compras na Florida e sim rumar para a Santa Fé que é muito mais barata e tem as mesmíssimas coisas e muito mais. Descobri desta vez uma galeria lá na altura da Rodriguez Peña com Santa Fe que é tipo a Galeria do Rock de São Paulo com bons preços.

À respeito de compritas, a feirinha de Palermo Viejo está ótima e rola aos sábados e domingos na parte da tarde. Preços bons e coisas fofas para machos e hembras. Mas a feira de antigüidades de San Telmo está seguindo a linha do horror de preços da cidade. Tudo está muito mais caro por lá, até mesmo as não antigüidades. Mas as apresentações de artistas nas ruas valem a pena.

Para curtir uma aula de tango tem que ir na La Viruta em Palermo! Muito bom! De quarta a domingo às 22:30h começa, mas nas quartas e domingos especificamente é uma hora antes. Não precisa marcar nada, é só chegar e se divertir. Vale muito a pena, é muuuuito engraçado! E se chegar antes dá pra ver o povo dançando um ritmo frenético que eu não sei o que é, mas que está muito próximo de axé e salsa, se é que isto é possível.

Outros lugares interessantes são a fábrica desativada que virou a Ciudad Cultural Konex e o Centro Cultural Recoleta. Perto do último tem o  Museo Nacional de Bellas Artes que  sempre está com ótimas exposições e é grátis todos os dias.  Outro museu legal é o Malba (ônibus 67 e outros) que é de graça às quartas. Informações sobre os museus da cidade e ônibus para chegar neles tem em um site específico de museus da cidade.

Falando em ônibus… ECONOMIZE MOEDAS. Não há moedas na cidade e os ônibus só aceitam moedas. Ninguém quer trocar moedas para você na rua e não existe máquina que o faça. Então salve cada troquinho, porque mesmo que você tente comprar algo para ganhar moedas de troco, ainda mais à noite, a maioria das pessoas vai te dar um desconto para não te dar moedas ou vai se recusar a vender a coisa para você. É um pesadelo. Eu ouvi uma lenda que exite uma máfia de chineses que junta as moedas, derrete o metal e o vende para a casa da moeda e que é por isso que todo chinês tem moeda. Faça amizade com um chinês dono de mercado, você vai precisar. Um bom lugar para se trocar moedas também é o metrô que custa 1,10. Vá de metrô e garanta moedas para voltar de ônibus, ou pelo menos a maior parte das que você vai precisar.

O ônibus 152 sempre vai aonde você quer ir. Este é o melhor ônibus da cidade e percorre todos os pontos turísticos principais. Para Boca e Caminito é só descer no ponto final, por exemplo. Ah, na entrada do Caminito tem a Fundación PROA que tem uma livraria de arte ótima e exposições muito boas também, além de uma ótima vista do segundo andar. Custa 6 pesos para estudantes com direito a um tour guiado muito bom. Vale a pena.

Toda quinta-feira você pode ir ver os protestos das mães da Plaza de Mayo. Elas chegam na praça entre 15:30 e 16h e hoje em dia protestam sobre diversos assuntos e você pode juntar-se a elas e seguir no protesto. É muito interessante participar e/ou ver isso, porque não nos deixa esquecer da violência de um passado não muito distante. Para quem não sabe, as mães da Plaza de Mayo são mães de pessoas “desaparecidas” durante a ditadura argentina e desde aquela época elas vão todas às quintas protestar lá.

madres de la plaza de mayoPara ir para Tigre você também pode pegar o 152 até a estação de trem que chega lá (Estación Maipu). O trem que leva é o Tren de la Costa (24 pesos ida e volta) e com a passagem você pode descer nas estações sem ter que pagar adicional. Vale a pena descer na Barrancas que tem um antiquário de rua legal nos fins de semana e várias atividades ao ar livre que para turistas são meio bobas, mas a estação com o antiquáriozito é a maior good vibe. Todo mundo desce em San Isidro também porque tem um shopping lá e uma feirinha hippie atrás, mas eu achei meio bobo.

Chegando em Tigre é bom dar uma olhada nos preços de cruzeiro (por volta de 20 pesos) pelo Delta. Este verão está muito seco e por isso os barcos quando fui não estavam conseguindo fazer a volta completa, mas é algo que você deve fazer se for a Buenos Aires.

Para finalizar, passe num Mc em Buenos e tome uma casquinha mista de baunilha e dulce de leche.

Anúncios

Uma resposta para “buenos aires.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s